2005-02-23

Elevador...

Os elevadores já não são o que eram, por isso, hoje resisti ao prazer de subir por uns estreitos degraus de mármore até ao quarto andar para entrar num elevador de outros tempos, com portas duplas, daquelas em que, se nos esquecermos de puxar as internas, de fole metálico rendilhado, ele não nos transporta e perdemos "as vistas"...
Antes, porém, detive-me a observá-lo, encantada, mas sobretudo agradecida, porque um dia acolheu alguém especial e permitiu que, corajosamente, chegasse àquele andar, apesar de o esforço por ter de mudar de cadeira!...
Parabéns pela tua força e pelo sorriso que esboçaste nesta escalada...E pelo que merecidamente conquistaste!

3 comentários:

pcarolina disse...

E aqui fica a MALTA toda em suspense....Que ser misterioso e descadeirado ia naquele elevador????....

Aurora disse...

Uma jovem bela e inteligente cuja cadeira de rodas não podia transpor a ascadaria de um edifício onde decorriam entrevistas para um concurso, para o qual fora convocada...

Aurora disse...

Uma jovem bela e inteligente cuja cadeira de rodas não podia transpor a ascadaria de um edifício onde decorriam entrevistas para um concurso, para que fora convocada...