2007-02-05

Sarita!

A Sarita é uma menina de 4 anos que frequenta o café onde habitualmente vou tomar o pequeno almoço. Ela é bonita, magrinha e não "dá confiança" a ninguém! Conhecemo-nos há meses e a nossa amizade começou de uma forma muito discreta e interessante. Nem para mim olhava mas, a certa altura dirigia-se a um canto do café, voltava com a mão fechada e ao passar por mim, pousava "qualquer coisa"no tampo da minha mesa. Eu sorria, metia-me com ela e... nada! Nem uma palavra nem um olhar.

Até que um dia, ela pousou "aquilo" que trazia na mão e eu resolvi, pegar no "tal objecto "e entrar no seu jogo do "faz de conta". Olhei a minha mão (vazia) e disse: - Mas linda flor! E como cheira bem! A Sara "estacou" surpreendida e continuou a trazer-me "coisas", que ora eram passarinhos, ora eram gatinhos, rebuçados, chocolates, etc. Já sorria para mim mas, só falou no dia em que eu não acertei e ela se viu obrigada a dizer-me que o que trazia era um cãozinho e não uma flor. E FICÁMOS AMIGAS! Senta-se sempre comigo e fazemos desenhos.

Hoje entrou muito sorridente, pediu logo uma caneta e começou a desenhar um A, depois um S, mais à frente um I (com uma grande bola em cima), um T e mais um A. Podia ler-se, Asita e deduzi que colocando o S no seu devido lugar e acrescentando um R, ficaria o nome dela.

Surpreendida, eu disse: - Mas isto é o teu nome!!! Quem te ensinou?

Com um grande sorriso apontou para mim e dizendo : - Foste tu! Ainda mais perplexa, eu perguntei à mãe ( que fica sempre noutra mesa porque a Sara não quer" misturas") : -Dona Cristina, ela está a tentar escrever o nome e diz que fui eu que a ensinei?!...

Resposta : -Pois foi! Então não se lembra que na semana passado escreveu o nome dela num papel que ela guardou? Nunca mais se calou com isso e tem treinado em casa.

Eu fiquei toda feliz e a Sara sorria, sorria! E lá lhe escrevi de novo o nome com as letras todas na respectiva ordem e (claro) incluindo o R que faltava. E estou certa que, quando nos voltarmos a encontrar ela já saberá escrever o nome.

Como não tenho uma fotografia da Sarita, deixo aqui esta flor porque eu acho que esta Menina é mesmo um "amorzinho- perfeito"!

Um beijinho para ti, SARITA ou ASITA (tanto faz)!!!

(Texto já publicado em 18/o1/2006. Republiquei para que possam lembrar que é a Sarita)

13 comentários:

Espuma disse...

A doçura da infância é a mais bela flor :) *

Carolina disse...

É, e são também estas "pequenas- grandes- coisas" que adoçam o nosso coração!!! Bj

Anónimo disse...

Uma "história" do quotidiano, contada da maneira linda como a Carolina nos habituou. Um dia destes faço o roubo do século e já sabe para onde.
Bjs,
Nampula

Carolina disse...

VOCÊS, não precisam roubar, porque tudo o que aqui deixo escrito é VOSSO!
Obrigada pelos elogios e o meu Amigo sabe que é uma honra que me dá levando os meus escritos para "outras paragens".
bj

a das artes disse...

Linda! Fazedora de sonhos...

Carolina disse...

E o meu querido Livreiro, para além de ser um "fazedor" de sonhos, também os vende na sua livraria «A das Artes», em Sines!!!
bj

Ana Maria disse...

O que o berço dá, a cova o tira...
"A minha Carolina sabe mais que as professoras"!
Tanto assim é que ainda hoje já com o estatuto de AP continua a fazer as suas diabruras de querer ensinar a escrever e a ler mesmo a quem está no início do conhecimento das letras e da grandeza que elas podem encerrar...
É isso! Saber mais que as professoras é num simples papel de café colocar letras com sabor de cativação.

Carolina disse...

A minha Amiga Ana Maria, relembra aqui uma frase da minha avó Palminha que achava que eu nem devia ir para a EScola do Magistério, porque eu já sabia mais do que as professoras! (Exageros de avó).
Ana, obrigada pela tua visita e pelas tuas memórias! BJ

manuela disse...

;-)

lami disse...

Adoro as tuas histórias simples e do dia a dia. Mostram como tão bem escreves e a sensibilidade e atenção que pões nas coisas e dás às pessoas. Obrigada!

Carolina disse...

Obrigada, minha querida!

Ana disse...

Amiga Carolina, tenho o praser de conhecer como sabes a pequenita Sara ! Pois quando comecei a sentar-me ao pé de ti, para beber o café ela não achou muita graça ! Mas agora já é minha amiga, gostei de publicares esta tão linda história verdadeira,no teu " BLOG "
um bjs:)))

carolina disse...

Pois é Ana, ela agora já te adoptou também como Amiga!
É uma gaiata gira!