2006-08-29

Livros escolares!...


Lembrei-me!...
Lembrei-me da Ema!
A Ema, entrava pela 1ª vez na escola e vinha acompanhada da mãe.
Chorava a Ema e chorava a mãe!
Chorava tanto que resolvi (para que não me desestabilizasse a turma), pedir a uma funcionária que passeasse com ela no pátio da escola até que se acalmasse.
Não conseguimos que parasse de chorar!
No dia seguinte voltou novamente chorando.
Disse-lhe (com brandura, mas com alguma firmeza) - Senta-te ali naquela mesa e mostra-me lá os livros que trazes na mochila. Devem ser lindos!...
Olhou- me com olho grande e muito aberto e como se de uma torneira se tratasse "fechou as lágrimas".
Mostrou os livros e começou a falar comigo como se me conhessesse há muito tempo.
Respirei de alívio.
A "crise" estava resolvida.
A Ema parou de chorar e a mãe também!
Cativei uma aluna e arranjei uma amiga.

Hoje, o telejornal mostrava uma menina com a mãe, numa livraria, a comprar os seus livros escolares. A notícia falava dos preços,dos programas, dos professores, das colocações, etc... etc... Mas, foi aquela menina lourita que me chamou a atenção.
Teria nove anos de idade e olhava com um sorriso de encantamento e já de amizade para "os seus livros", pousados sobre o balcão. Companheiros que durante quase um ano irão fazer parte da sua vida!
Quando se começa ou recomeça a escola os livros são um tesouro para crianças.
São os amigos que levam de casa e lhes transmitem alguma segurança.
A mãe vai embora. Os colegas e a professora são ainda uns desconhecidos.
Mas... eles, os livros estão ali!

E foi isso que tu fizeste, Ema. Apresentaste-me os teus amigos e eu mostrei por eles apreço.
Resultou!
(Os amigos dos meus amigos, meus amigos são... lá diz o velho ditado!)



2 comentários:

T.A. disse...

PARABÉNS pela tua Ema!

E por falar em meninas...
Eu tenho, mais uma menina.
Nasceu hoje, às 10,44h.
Pesa,3,680k.
Olhos castanhos.
Cabelo preto.
Muito,muito, muito cabelo!
Chorou logo de seguida.
Já vi uma foto dela a segurar o dedo da mãe com uma mãozinha, e com a outra, a sua chupeta.
Tinha apenas 4 horas.
- Não tarda estará aì numa Escola,com os livros na mochila
e uma bela Professora, tal como a tua Ema.
Chama-se Camila e é minha sobrinha.
É, liiinnnda!!!

Carolina disse...

Parabéns então pela tua Camila!(Bem gordicha por sinal!)
A minha Ema foi sempre uma boa aluna e hoje já tem 26 anos e o curso de médica/nutricionista.
A mãe dela tem um lugar de fruta onde sou freguesa e estamos sempre a falar das lágrimas que (ela mãe) deitava ao ver a filha chorar.
Enfim, histórias de uma professora reformada.Tenho muitas!
A propósito, leste uma que se chama "O barrote" e que publiquei em 24 de Junho de 2005? Essa é boa e desse miúdo tenho várias.Espreita aí no blog.
bjs