2007-01-07

Sabedoria






Nossa sabedoria é a dos rios.
Não temos outra.
Persistir. Ir com os rios,
onda a onda.

Os peixes cruzarão nossos rostos vazios.
Intactos passaremos sob a correnteza
feita por nós e o nosso desespero.
Passaremos límpidos.

E nos moveremos,
rio dentro do rio,
corpo dentro do corpo,
como antigos veleiros.
(Carlos Nejar)

2 comentários:

Ana disse...

Publicastes uns bonitos poemas do (Carlos Nejar) gostei muito de ler !!!

Carolina disse...

É. Não conhecia, vi numa agenda e este pareceu-me muito bonito.