2007-09-09

A quem de direito!...



Ex.mos Senhores, eu sei que Vossas Ex.as receberão muitas reclamações e certamente também muitas aclamações.
É assim em Democracia. Não terão como se diz "mãos a medir".

Eu vou dar "uma no cravo, outra na ferradura":


  • Foram feitos, para pessoas com deficiência, bons acessos à praia de Sines. Um aspecto muito positivo!
  • Mas, por favor reparem como na Estrada da Afeiteira e na Zona Zil o lixo se acumula nas ruas e se espalha nas bermas. Um aspecto muito negativo!

Sempre que há mensalmente o mercado, o vento espalha milhares de sacos de plástico por todos os lugares circundantes.

Não seria possível exigir aos feirantes, que eles próprios, ao vender a mercadoria guardassem em sacos ou caixotes as embalagens vazias em vez de as deixar "ao sabor do vento"?

Penso que ISSO até facilitaria o trabalho dos funcionários da Câmara, encarregados da limpeza e daria à nossa bela cidade um ar menos sujo.

Com os meus cumprimentos

Carolina Palminha

11 comentários:

Anónimo disse...

Tem td razão Carolina!:))
bjjj

Anónimo disse...

A "estrada de afeiteira" bem poderia uma ser uma "avenida da afeiteira" (justifica-se plenamente atendendo ao movimento existente)!... mas para isso , para além dos milhares de sacos plásticos que se juntam aos lixos sobrantes dos cortes dos canaviais e silvados que uma máquina este verão cortou , junta-se ainda os lixos do "redor" dos contentores. Os peões (moradores sem carros e centenas de emigrantes) caminham perigosamente no meio do alcatrão, já que "passeios" esses são feitos não na estrada da afeiteira mas em autocarros da Rodoviária!... .Um dia destes haverá desgraça pela certa. STOP, para já.
Cump.
JP

Maria José Senos disse...

Isso é verdade Carolina até Santo André fica um lixo nos dias de feira, então o meu bairro é um lixo, um beijo.

Carolina disse...

Vivemos afogada nele (lixo)!

lami disse...

Puseste em palavras bem claras o que tenho pensado muitas vezes!
Porque é que os próprios vendedores não são motivados para terem cuidado com o lixo das suas vendas, acho que não custa nada quando todos contribuímos para o asseio e a preservação de um bom ambiente! É uma questão civica válida para todos!

arlete disse...

Carolina
dizer do que se gosta e do que se nao gosta e viver.
o lugar das feiras onde quer que estejamos,no fim delas, o lixo e um desrespeito para com todos.
bem que podes continuar a dar no cravo e na ferradura.kandandu

carolina disse...

Kandandu, Arlete!

Teresinha disse...

Infelizmente acontece,um pouco por todo o lado.
Como muita gente, eu já pensei porque motivo se deita tanto lixo no chão! Falta de civismo! SÓ!!!???...
Eu, diria antes que, há muita gente "porca", á "solta", não são só os feirantes não senhora! São também meninos e meninas filhos de muito "boa gente", que atiram toda a qualidade de lixo para o chão, quando existem recipientes para o efeito. Aqui no Bairro do Liceu, ao pé da Escola Secundária,é ver a falta de asseio da maior parte dos alunos. Chega a parecer, inacreditável!
Não vou sequer mencionar.É grande a lista!!!
Imaginar é suficiente!

carolina disse...

Tens toda a razão!

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana disse...

Minha amiga Carolina, têns toda a razão, aqui como sabes todos os sábados, à aquele pequeno mercado pois quando acaba ás duas da tarde é uma vergonha naquela rua !!!
Os carros a passar e os sacos a voar para os párabrisas, em dias de vento nem se fala, bom fim de semana bjs.