2007-12-12

O "basbaque"


ELA estava sentada no muro do calçadão.
Era brasileira e perfumada!
Bonita e simpática!
Cumprimentou-me quando passei: - Então "sinhora"passeando na beira do mar? Respondi-lhe com uma frase e um sorriso.
Senti o seu perfume muito forte, tão forte que se podia cheirar de longe!
De repente um carro estacou. Um "basbaque" saiu do carro e sentou-se no muro. Olhava pelo canto do olho a senhora brasileira. Como não lhe fosse dada grande atenção, começou a passear para cá e para lá, completamente hipnotizado (deduzo eu) pelo "pêrfume".
E durante cerca de meia hora, ele em "aflições", tentava captar dela um olhar, nem que fosse só uma "leve miradinha".
Então, outro carro parou. A senhora levantou-se e entrou no carro.
E lá se foram: ela e o senhor que vinha conduzindo esse carro.
E o "basbaque", desiludido, ficou aspirando os últimos resquícios daquele perfume, que ele chegou a pensar seria para as suas narinas.
E eu, se não me apetecesse dar uma gargalhada, quase teria tido pena dele.
Diverte-me esta "espécie de passarões" que se convencem, que ao primeiro piu...piu... lhes cai TUDO no bico!
Bahhh... basbaques
!
.........
E se você gosta da Gastronomia e da Música Brasileira Clique em:

5 comentários:

Floresta53 disse...

É verdade, há passarões que pensam tudo e mais alguma coisa.
Pensar não é pecado, e o sonho comanda a vida, cada um preenche o seu pensamento com o que lhe dá prazer, senão, como seria essa vida sem prazer.
A Carolina é muito observadora, continua a ser a mesma professorinha de sempre.
Um beijinho da
Aparecida

Carolina disse...

É!
E tentar não custa!
Nunca se sabe...
;))))))

Teresinha disse...

Devagar, devagarinho...
E pelos vistos, o tal basbaque de que falas Carolina, foi despachado...
"em grande velocidade"...
;))

Maria José Senos disse...

Á tantos assim, então o tal basbaque, ficou cá com um melão, um bom fim de semana.

lami disse...

Boa, gostei!Ele havia era de aparecer à Carochinha! Também era despachado "prá sibéria" ;))