2008-12-02

O vento e a nuvem!

(Clique na imagem, Duarte, o 3º na fila da frente a contar da direita)
Era uma vez uma nuvem que não gostava do vento quando ele soprava com muita força, porque ele empurrava-a e a nuvem não gostava.
Num dia de Verão o vento soprou à noitinha.
A nuvem estava a dormir. Começou a ter frio e viu logo que era o vento e disse-lhe:
- Ah! Se tu sopras com força eu faço trovoadas!
A nuvem fez grandes trovões e o vento parou logo com medo.
- Pronto nuvem! Se tu parares de fazer trovoadas, eu paro de soprar, está bem? - disse o vento.
E a nuvem concordou.
E assim ninguém mais fez trovoadas nem ventanias sem ser de Inverno ou Outono!
(Trabalho do meu aluno Duarte, já lá vão uns anitos...)

19 comentários:

Teresinha disse...

Bem apaziguador, esse "teu" Duarte.
Que maravilha!
Só que, a nuvem e o vento devem esquecer de vez em quando esse acordo que fizeram.
Já lá vão uns anitos!...
Vou contar-te um segredo, Carolina.
Eu gosto do vento!
De trovoadas, desde que me sinta protegida, também não me preocupo.
Respeito!
(^_^)

C. disse...

:)

Carolina disse...

C. disse????
Quem é???
Devolvo o sorriso :)

Quanto a ti Teresinha, digo-te e podes não acreditar mas, já uma vez um "pé de vento" me levou pelos ares!!!
Juro!
bjhs

Maria José Senos disse...

Maravilhoso Duarte, um beijo Carolina.

Carolina disse...

Corrijo:
Não devolvo o sorriso.
Retribuo o :)

Maria disse...

Querida Carolina.

Que doçura esse menino Duarte, só espero que o meu neto Duarte tb se faça como ele, para já não é, pq resolve os seus problemas ou a arranhar ou á dentadinha, mas são só 2 aninhos e eu estou á espera da mudança e vou ensinando o que posso.
Beijinhos
Bia Dos Santos

Carolina disse...

Certamente que com uma AVÓ assim como a Bia, será de certo uma doçura!
Felicidades para ele!
bjhs

lami disse...

Pois eu tb sou como a nuvem e não gosto que me empurrem com muita força .
Quem gosta?
E se todos fossemos um pouco como a nuvem e o vento do Duarte sopravamos suavemente e corríamos de mansinho pelo céu... perdão, pela terra :)

Anónimo disse...

Olá Carolina!
Tenho-te visitado com frequência e passado momentos agradáveis lendo as vossas "conversas". Há aqui um grupinho simpático. Percebe-se que compartilham vivências num espaço comum e nessa medida sinto-me um pouco estranha... por isso muitas vezes não comento. Hoje resolvi quebrar o silêncio para te enviar um beijinho.
juja

Anónimo disse...

Voltei para te dizer que também ganhei o hábito de visitar os blogues das tuas amigas.Referindo só alguns: A Janela da Carmo oferece uma variada paisagem, onde está patente uma alma de artista. Gosto especialmente da pintura; Banalidades, oferece tudo menos banalidades. Que bela escrita!; As sugestivas receitas da Teresinha ou não se tratasse de Pecados Veniais; Etc...Etc...
Acho que ainda não encontrei o blog da Ana (Anita do Monte Branco).
Obrigada pelos belos momentos.
Juja

Banalidades disse...

Olá!
Finalmente, cá te estou a visitar.. E, como sempre, gosto muito do que por aqui vejo e leio! O texto do teu antigo aluno é lindo! Quase um poema!
Que saudade desta infância perdida, assim tão transparente e tão criativa! Que saudade destes estímulos fantásticos que eram como explosões de sorrisos nos nosso corações de professoras! Davam-nos vida!
Agora, há ainda estes estímulos... Eu tenho "meninos" maiores, que, por vezes, se sentem indisponíveis para tudo! Mas, com persistência, vão-se deixando enredar e começam a ler, a comentar, a escrever... Se tiveres tempo, podes ler o que eles escreveram este 1º período, no Blog salta-letrinhas@hotmail.com
Lá, estão os escritos dos meus alunos - 0 10º C e os escritos dos alunos do 11º ano, cujas turmas são da Maria dos Anjos Polícia! Têm produzido alguma coisita!

Tenho prazer de te saber activa. Assim é que é, Carolina!Força e muita saúde!

Tenho de aproveitar, porque estive a ler os comentários que aqui te deixaram os teus amigos, e agradecer o elogio que foi dado ao meu blog "Banalidades", por alguém que assina Juja! Obrigada, Juja! Apareça sempre e comente o que quiser! Diga o que lhe vai na alma... Entre nestas nossas conversas!
Tenho andado mais ocupada e preocupada com a escola, de forma que tenho apenas publicado "Desvarios".
Hoje, já com mais tempo e porque a palavra de Pessoa traduz fielmente o que sinto, publiquei um poema de Pessoa ortónimo que espero venha a agradar!
Quando a inspiração me aparece, escrevo eu própria... pedaços de mim, dos outros, do mundo, reflexões, amores e desamores, num desatino interior que me faz sentir mais eu!

Por hoje, já chega!Desculpem a "palração"!

Beijinhos Carolina e até sempre!

carol disse...

o c. é a tua afilhada carol!!!bjos

Teresinha disse...

Um "pé de vento" levou-te pelos ares, Carolina?!!...
Quem te amparou na "queda"?
Só podiam ter sido Anjos, porque tu tens Anjos "extra" que eu sei, através de "empréstimos" vitalícios!
Mas é claro que acredito.
O vento por vezes é, arrebatador!!!
;)

Teresinha disse...

Para a Juja, vai a minha simpatia. E gostaria de lhe dizer o seguinte: este grupinho que vê aqui a trocar vivências , como muito bem lhe chamou, terá todo o gosto que se junte a nós sempre que quiser.
Vai ver que vai gostar!
Já temos a Fátima, de Banalidades;
A Bia, que é exímia nas suas palavras e dicas; e outras...
Se gostou de Pecados Veniais, sempre que quiser passe por lá e deixe a sua opinião.
Um beijinho para si, da Teresinha.
Se nos der mais dados, vamos encontrar o blog da Anita do Monte Branco.
(Não é a Ana Esperança?
Essa eu conheço e tem um Blog).

Carolina disse...

Menina C. (quem podia adivinhar que eras tu, minha linda afilhada Carol!!!!)
Muitos bhjs (baci)
;)
:)
:-)

Carolina disse...

Ó Juja és sempre bem vinda e estás desde já, adoptada pelo grupo, tenho a certeza.
bjhs

Carolina disse...

O da Anita é o Naturapraia.

Carolina disse...

Estou a ver que este blog, tal como outros, é um ponto de encontro.
Bem vindas!
E tu, Fata, desculpa se tenho andado arredia... não é por falta de interesse pelo teu belo Blogue.
Lá irei ao Saltapocinhas ;)

Ana disse...

Olá, por aqui passei para dar um grande beijinho à minha amiga Carolina, e todas as amigas,que por aqui passam !!!
Como sempre fico presa ás coisa que a minha amiga conta, com toda a sua vivência !!!
Mas confeço que não gosto do vento, nem de trovoadas !!!
Esse menino Duarte, como escreveu contando uma História,da sua cabecita com a sua pouca idade está uma maravilha, gostei de ler !!!