2008-05-27

O Nuno!

( Nuno o 4º na fila debaixo a contar da esquerda)
Clique na imagem
....
Vi o Nuno há pouco tempo.Terá agora vinte e oito anos. Casou, vive na Alemanha e tem um lindo menino chamado Gonçalo. Viaja para muitos países em serviço.
Foi sempre um aluno muito inteligente e aplicado. Tem uma irmã, a Vânia (4ª na fila de cima a contar da esquerda). Também ela tem um filhote muito giro.
.......
Em 1989 o Nuno escreveu este texto que recolhi do nosso Livro de Memórias:
A Ideia do Raul
Era uma vez uma cidade que só tinha fábricas e muitos automóveis.
Nessa cidade não havia nem um jardim, nem uma árvore.
Um menino chamado Raul, foi morar para aquela cidade e pediu hospedagem num hotel.
Ele não estava feliz ali porque nem na Primavera havia uma flor.
E o Raul pensava: "Esta deve ser a cidade mais poluída do mundo!"
Um dia ele teve uma ideia.
Com algumas velharias construiu uma máquina pequena e foi falar com o dono de uma das fábricas.
O Raul pediu que pusessem aquela máquina no cimo da chaminé.
O dono da fábrica intrigado, deixou o menino colocar a máquina.
Quando esta ficou colocada, em vez de sairem fumos e gases, saiu oxigénio.
O dono da fábrica ficou radiante e agradeceu.
O Raul fez mais máquinas e em pouco tempo tudo estava sem poluição.
Então, ele pôde deitar sementes para crescerem as árvores e as flores.
E todos ficaram felizes naquela cidade!
(Nuno Torpes)
( Pois digo-te Nuno, continuamos à espera que chegue um Raul que nos livre da poluição...
Um bjh para ti e tua família, lá nesse país onde agora vives. FELICIDADES!!!
Espero que aí tenhas muitas árvores e flores!)

3 comentários:

Banalidades disse...

As tuas ternuras... Ser professor é isto mesmo: deixar afectos, carinhos, sorrisos e saudades!
Obrigada pelas tua visita e pelos teus animadores comentários!
Claro que podes roubar o poema! Podes roubar o que quiseres... Para mim, é um prazer partilhar o que escrevo ou aquilo que gosto de Outras Vozes!
Jinho

Teresinha disse...

Muito bonita, e bem elucidativa, daquilo que uma criança consegue alcançar, e "dar a volta" de maneira a arranjar uma estratégia, que iria acabar com a poluição...
Esse era um belo sinal de lucidez!!!
LINDO, Carolina!
E por detrás... lá estavas, TU!!!
:)

Ana disse...

É sempre bom recordares os bons momentos que passas-tes com estes pequenos meninos(as)!!!
Hoje adultos, mas sempre com eles no pensamento, assim como eles não te esqueceram, é muito bonito recordar, os nossos tempos de criança, as nossas amizades que ficaram, os nossos professores !!!
Um grande bj, para ti amiga :)