2008-12-22

Menos "carga"!

Tanto peso tanto peso
era só o que faltava.
Estou cheio de dores outra vez!
Querem muitos "presentinhos"?
Vão comprá-los no "chinês"!!!






8 comentários:

Maria José Senos disse...

Esse poema está muito giro Carolina,Um Bom Natal na Paz do Senhor, um grande beijo.

lami disse...

Coitado do Pai Natal, esta quadra é uma canseira e além disso tanto peso já não é para a sua idade!
Vão ao chinês, vão a ver se o aliviam um bocadinho, pobrezito !

Emilia disse...

Boas Festas Feliz Natal!
Um beijo da antiga colega de colegio.
Emilia de Alvalade

Banalidades disse...

Adorei o teu poeminha... Muito a propósito e bem actualizado! Também és habilidosa com as palavras, pelo que te felicito!
Eu, como a maioria da pessoas, já me habituei ao Pai Natal... Mas para mim, ainda conservo maior carinho pelo Menino Jesus! Com ele vivi todos os natais da minha meninice... Era ele que descia pela minha chaminé durante a noite de Natal e punha, no meu sapatinho, um montão de prendinhas. Que entusiasmo esfusiante era o do meu acordar no dia 25! Corria à cozinha e ali, ficava, admirada com a robustez desse Menino tão pequenino, nascido naquela mesma noite, mas que já se afadigava de casa em casa e já partilhava comigo coisas tão por mim desejadas... Lembro-me de lhe agradecer, desembrulhado os presentes e gritando de satisfação. Era um momento de encanto e delícia, com a minha mãe, toda feliz, a ver a minha imensa alegria!
Outros tempos!
Por tudo isto é que os meus votos de Feliz Natal enviados a todos os meus amigos e colegas por e-mail, este ano assentam num poema da Teresa Rita Lopes:" O meu Natal de Antigamente!" (acho que to mandei também para ti!)
Desejo-te um Feliz e Santo Natal! Jinhos

Carolina disse...

Milita (de Alvalade), soubeste de mim pela Dulce. Ela também me tem falado se vocês. Foi uma surpresa ver-te no blog.
Acreditas, que me lembro mais de ti em S.Torpes do que no colégio?
Também me lembro das frequentes e amáveis visitas do Zeca, na minha janela em Alvade. Sei notícias deles pela Dulce. Estão bem entregues à sua irmã Milita.
Olha deixo-te aqui o endereço:
pcarolina33@gmail.com
Assim poderás através de mail enviar o teu!
;) bjhs para todos!

Carolina disse...

Fata, eu também sou do tempo do Menino Jesus! E uma das prendinhas favoritas era "uma sombrinha de chocolate".
Tão bonitas que até dava pena comer!...
Bom, um gatinho, ou um ratinho também eram bem vindos! E depois guardavam-se as "pratinhas" muito bem alisadas com a umnha do dedo polega.
;)

Anónimo disse...

Essa das pratinhas comoveu-me e ransportou-me ao passado.
O meu pai a chegar. Eu e o meu irmão vasculhando-lhe os bolsos na procura dum chocolate... Havia sempre um chocolate. Depois, as pratinhas coloridas e de diferentes desenhos,"muito bem alisadas com a unha do dedo polegar" iam direitinhas para o meu livro da primeira classe que aguardava a minha entrada na escola. No Natal, havia reforço de chocolates e no sapatinho, por magia do menino Jesus,lá apareciam as tais sombrinhas, os animaizinhos e um conjunto de pequenas tabletes atadas com uma fitinha. Enfim era uma doçura e ainda é recordar esses momentos... Ah! Resta-me acrescentar que quando finalmente fui para a primeira classe,ganhei a admiração das minhas colegas quando descobriram o meu livro repleto de pratinhas e tive várias propostas de trocas. Vê só quantas lembranças me provocaste. Um grande beijinho e o desejo de Bom Natal.
Juja

Teresinha disse...

Precisamente Juja!
Essa das pratinhas é realmente "deliciosa"!!!
Eu sou concerteza de uns aninhos (mais para trás), porque além de coleccionar essas pratinhas, de as alisar com a unha e colocar dentro dos livros da Escola, os chocolates que eu comprava ou me ofereciam, tinham colados bonecos de papel que coleccionávamos também!
Era sem dúvida uma época diferente, assim como os valores.
Um beijnho para si e Boas Festas.
Teresinha Amoroso:)