2009-01-23

As nuvenzinhas preguiçosas...

De manhã cedo, custava-lhes muito levantarem-se. Ah! Isso custava mesmo. Podia o vento soprar, o trovão roncar, a mãe chamar e sacudir as nuvenzinhas. Elas abriam um olho, um só, puxavam uma nuvem almofada para esconder a cabeça, viravam-se para o outro canto e continuavam a dormir como anjos.
Só acordavam quando o Sol ia alto, mas ainda ficavam meia hora a espreguiçarem-se pelo céu.
Em parte, a nuvem chefe - a mais velha de todas e muito mandona - tinha razão quando as chamava de preguiçosas.
Era só a mãe pedir:
- Filhas, vão buscar os meus óculos.
Ou ainda:
- Olhem as vossas irmãs que estão a chorar.
A resposta era sempre igual:
- Não podemos, mamã. Agora, estamos ocupadas.
A " ocupação" era ficarem a ouvir as histórias do vento sul, comodamente deitadas, nos ramos secos de algumas árvores muito velhas e pacientes.
.......
Atenção: Do livro escolar « No Jardim da Comunicação».
Texto de: Maria Teresa Vasconcelos ( onde ousei fazer algumas alterações).

17 comentários:

Teresinha disse...

E ousaste muito bem, Carolina!
Poema mais "fofinho", não deve existir.
Como está a menina Carol?
Um beijinho para ti.
:))

Banalidades disse...

Carolina, tes um prémio a levantar no meu blog :)

dulce c. disse...

A nuvem era mesmo uma seresma!...Bjs.
quero mais histórias!...

dulce c. disse...

com que então lembrisca ?

Anónimo disse...

Ainda bem que voltaste. Já tinha saudades. Isso vai melhor? BEEEEIIIIIJJJOOOOOSSSS
Xum

Carolina disse...

Teresinha: Estou bem, mas ando a fugir do frio, por isso tenho aparecido pouco.
;)))ou :(

Carolina disse...

Lá vou, lá vou...espreitar!
;))

Carolina disse...

Eu e a Dulce andamos a recuperar palavras do tempo dos "nossos avós"!
Assim sendo:
seresma= mulher mole, imprestável
lembrisca= metediça (nem encontrei no dicionário).
à bocadinho lembrei-me de outra:
escafada= cansada, apressada
Não pensem que só os ovos é que se "escalfam"!!!
;))

Carolina disse...

Estou melhorrrrr, Xuuuuummmm!!!
;)))))

ASAS disse...

Que nuvenzinhas mais seresmas!!!
Se calhar estão escafadas.
Vamos deixá-las deitadinhas nos seus raminhos para não sermos lembriscas...

Carolina disse...

Correcção: Não é escalfada (isso tem mesmo a ver com os ovos) é "esfalfada"= a cansada, esgotada.
E há pouco lembrei-me de outra:
"Lambisgóia"= intrometida, mexeriqueira.
Os avós diziam «lembisgóia».

E pergunto à Asas, já voa de blog em blog?...
;)

Anónimo disse...

Pombinha, linda pombinha,
Do alto do teu beiral,
Dá-me só notícias tuas
P'ra me sentir menos mal.

Já vi que estás melhorzinha
Mesmo com vento a soprar
Cuida muito bem de ti
P'ra em breve poderes voar.

Um grande, grande beijão
Mais doce xi-coração
Lena Tereno

Carolina disse...

Pombinha linda pombinha
Onde anda o teu voar?
Eu nem posso ir à varanda
P'ro vento não me pegar!

( Dia de temporal em Sines, vento do lado do mar...forte e gelado)
Tou farrrrrta do frio!
;999
bjhs

Anónimo disse...

Também eu, minha querida. Do vento e da chuva. Parece que o tempo anda a chorar as minhas mágoas, mas, bolas, também não são assim tantas !!!!......
Beijão, querida
Lena Tereno

Carolina disse...

Claro que não são assim tannnnntas!!! ;(

;)))))

ana claudia disse...

Oi Carolina! vi que todos que colocarão um comentário, te conhecem. Não sei por que você sumiu, mas vou te contar uma estória, que vai te incentivará mais.
Eu estava procurando livros infanto-juvenil na interne te , quando lembrei da história da nuvenzinha preguiçosa .que eu li quando criança , sabe eu não gostava muito de ler , mas fiquei encantada com o poema e claro me identifiquei, eu tinha 7 anos e hoje estou preste a completar 37anos .
Como pode ver o tempo passou, mas a mensagem ficou e vou levar para os meus filhos Loren.
Bem espero que realmente você continue. Para quem sabe os meus netos também possam ler.
Bjs
anyclaudya@yahoo.com.br

Carolina disse...

Bem vinda Ana Claudia. Que bom que este meu escrito a tenha feito viajar ao tempo da infância!
Eu ñ sumi, continuo por aqui como pode ver neste meu blog.
Espero que volte!
Felicidades para os filhos.
Saudações!