2009-08-04

Kenia

Quénia nome de país africano.
Kenia nome de Mulher brasileira.
Kenia trabalha no bar da Biblioteca Municipal de Santo André.
É pequena, rolicinha, muito amável e carinhosa com a clientela.
Faz “docinho” e “salgadjinho” (como ela diz), muito saborosos (digo eu).
Kenia é de Goiás no Brasil.
Tem um ar exótico e esclareceu a minha curiosidade:
Os pais eram brasileiros; a avó (materna) era filha de francês e o avô era italiano.
Os outros avós (paternos), ele, era filho de alemães e ela era filha de índios.
Isto é o que se chama uma miscelânea, um abraço amoroso entre a Europa e o Brasil.
Kenia é divorciada e tem uma filha chamada Luna.
Também tem um “namoradjinho” português…para manter a tradição familiar,(internacionalista)...
Agora a mágoa dela é não arranjar quem lhe fique com o bar 15 dias para poder ir ao Brasil ver os “paizinhos” de quem tem muitas saudades.
Kenia, obrigada pelo teu SORRISO!
Felicidades! Tu mereces!

12 comentários:

Teresinha disse...

Olá Carolina!
Muito bonita esta homenagem à "nossa" Kenia.
Uma simpatia, sem dúvida!

Olá Kenia!
E a tarte de maçã, é para quando?!
Com a Biblioteca a fechar ás quatro da tarde...
Terei de passar por aí na parte da manhã, está visto!
Um beijinho da Teresinha ;)

Carolina disse...

Pois no que respeita a bolinhos estamos "tramadas"!
Ou mudamos o horário ou ficamos com a água na boca e nada de sólido para degustar.
;)

lami disse...

Pois é pena a biblioteca fechar às 4.
Por mim acho que devia fechar de manhã e abrir de preferência à tarde em Agosto... mas isto digo eu..
A Kenia é uma querida :)

Anónimo disse...

És, continuas a ser, ma querida pela forma como amas e valorizas quem te rodeia (e não só). Bem hajas por existires. Beijão
Lena Tereno

Sentidamente disse...

Santo André, até há bem pouco tempo, só significava para mim, um pequeno lugarejo que visitava por altura da Feira dos Santos (dia 1 de Novembro) onde comprava sapatos de Inverno.
Hoje existe um outro Santo André, mais exactamente uma Vila Nova de Santo André, onde as ruas são ladeadas de jacarandás, onde existe a ASAS, local de saber mas também de lazer e convívio, uma biblioteca que para além das funções habituais é lugar de encontro de gente simpática , sensível e prendada. Existe muito mais, certamente! E eu vou, curiosa, apanhando à distância toda esta informação. Obrigada Carolina
;);)

Carolina disse...

Esse horário a que a Laura se refere +parece-me que seria os mais adequado, pois de tarde é que a Biblioteca tem mais visitantes.
Paciência!
;)

Carolina disse...

Ir à feira de Santo André nos "antigamentes" era um grande acontecimento.Nem que fosse para comprar as famosas "alcomonias" (esta nem vem no dicionário).
Mas, Juja há um sábado do mês em que se faz uma pequena feira no Monte do Paio (lugar de caça aos patos no tempo dos nossos pais)e onde poderás encontrar produtos da zona.
Quanto à tal Vila Nova de Sº André, agora já é cidade!
;)

Ana disse...

Muito bonita essa menina, à tempo que por ai não vou !!! Mas agora quando começar as aulas irei mais vezes ver as minhas amigas e à Biblioteca de Santo André, terra que vi crescer onde morei 17 anos !!!
Bjhs.

Lena Almeida disse...

Olá!
Que falta sinto das minhas caras colegas e da nossas tertùlias da biblioteca.
Está linda a homenagem á "nossa" Kenia.
Já comia uma fatia do bolo de chocolate,mmmmmm muito Bom!
Baci Baci

GormezindaDoRestolho disse...

Olá Carolina!
Bonita homenagem, para uma menina bonita também.

Eu é que sei o q sofro todos os dias a olhar para os bolinhos da Kénia!!!

Beijos e abraceijos

Sissi

Carolina disse...

Lena, como vai o curso?
;)

Carolina disse...

Gomerzinda, sissi, não sejas "gulosa"! Olha a linha!!!
;)