2006-11-12

Noite


Milhões de barcos perdidos no mar!
Perdidos na noite!
As velas rasgadas de todos os ventos
os lemes sem tino
vogando ao acaso
roçando no fundo
subindo na vaga
tocando nas rochas!
E quantos e quantos naufragando...

Quem vem acender faróis na costa do mar bravo?!
Quem??

(De Manuel da Fonseca : Noite)

2 comentários:

T.A. disse...

Esta foto...arrepiante!!!
Só de imaginar,chega a dar-me um frio na barriga.
Mas como sempre não podias ter encontrado melhor ilustração para esta "Noite"de Manuel da Fonseca.
Um verdadeiro S.O.S.
T.A.

Carolina disse...

Também achei que a imagem estava mesmo de acordo com o poema!